25º aniversário e JV de Graça na Amazon apenas hoje!

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Oie, gente!
Falando aqui a sumida da Anelise. Como vão?
Desculpem a falta de atualização. Novembro foi um mês complicado, tava com TCC e mais um porrada de trabalho da faculdade para fazer e o pior que ainda não acabou. haha
Enfim, só tô passando para não deixar vocês sem notícias. Em Dezembro, quando tudo se acalmar, eu apresentar o TCC e entregar os outros trabalhos, vou atualizar aqui com mais calma.
Saudade de escrever para o GZ e até o Shizen tá meio largado, mas a causa é nobre!
Alias, hoje é meu aniversário, como vocês talvez devam saber. 25 anos, 1/4 de século, a idade tá chegando... Acontece com as melhores pessoas!
E tem outro aniversário hoje (além do Aiolos e da Anelise de ASA): do lançamento de As Aventuras de Jimmy Wayn - O Menino Virgem. Então, para comemorar, o livro está de graça apenas hoje na Amazon. Corram lá e se aventurem o JV.
É só isso!
Beijos 1000!


Sinopse:Jimmy Wayn é um garoto de 16 anos, que sofre de um grande problema, ele ainda é virgem, sendo muito zoado pelos seus inimigos do colégio. Os amigos e família entendem, já que ele deseja que aconteça na hora certa e com a pessoa certa. Ele também tem uma banda que escreveu uma música que conta seu dilema da virgindade. Em forma de diário, Jimmy conta as confusões que apronta com os amigos, além de contar seus sonhos e sentimentos, fazendo que tudo fique bem engraçado.
Link para compra na Amazon | Livro no Skoob | Degustação no Wattpad


Alguns trechos:

E os vídeos "10 Curiosidades sobre As Aventuras de Jimmy Wayn - O Menino Virgem" e "JV para Amazon Making" abaixo!




TCC largado às moscas, 3º Jantar da Primavera, Estágio me matando, NaNoWriMo

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Oie, pipous!
Mais um post super atrasado. A vida tá foda mesmo! Porém, prefiro vir no atraso do que sumir. Pelo menos estou lhes dando um sinal de vida.
Como disse em postagens anteriores provavelmente: Só tô com tempo para ficar cansada.
Tudo meu tem ficado atrasado. Os posts daqui, do seiyuu world, a escrita DEA, e até meu TCC. E isso não é uma coisa boa! Porque a gente tá para entrar em Novembro e eu tenho a metade dele pronto só, sendo que a avaliação final é em Dezembro já.
Vou aproveitar esse feriado para dar uma adiantada nele, já que estou entrando em desespero. Desejem-me sorte nisso! Vou precisar de muito sangue Vaz para me ajudar nisso e na outra coisa que pensei para mês que vem - que pelo título, quem é autor já sabe o que é.
E ainda tem livro para betar + resenhar para o Shizen, isso até dia 24. Preciso de quantas de mim para tudo isso? haha
Os eventos que tem dado uma diminuída, pelo menos por enquanto. No dia 21 de Outubro teve o 3º Jantar da Primavera lá no Guias Celestes. Dessa vez foi festival de pizza - que é sinônimo para rodízio -, só não tinha a variedade de sabores que tem num restaurante, mas deu para comer bem até.
Tem algumas fotos lá na árvore que fizeram para tirar foto mesmo.

E bem, minha vida tem se resumido a estágio e faculdade mesmo. 
Tem dia que saio para externa, tem dia que passo sentada com a bunda quadrada de tanto editar e tem momentos que eu só pego meu celular e penso na vida, bem, esses são os mais raros momentos.
Apesar do cansaço, a experiência ainda está valendo. Estou aprendendo bastante e com certeza sairei alguém melhor e mais preparada do que entrei.
Nessa última semana, tive externas na Penha, onde fui acompanhar um Ação Social voltada para os Pets, especialmente por conta do Outubro Rosa, porque gatas e cadelas também têm câncer de mama. (Segunda e Terceira Foto)
Na sexta acabei indo a Bangu (e me fez me arrepender de responder o médico, se eu soubesse..) como cinegrafista para fazer uma reportagem sobre o melhor restaurante de Bangu. (Primeira foto)
E claro, nem tudo são flores, tem dia que a gente acaba trabalhando no final de semana, incluindo domingos. No domingo retrasado, dia 22, acabei indo para o Engenhão para evento da Universal. Eu já tava pensando que ia pelo menos pegar fogo lá né? A espírita no meio dos da universal, ai já viu. haha Zoas! Aconteceu nada não!
Só voltei morta de cansada para casa, pegando trem cheio, e ainda tinha visita quando cheguei porqu era aniversário do meu pai. Queria muito tomar banho e ficar de boa, mas tinha que fazer sala... Só que nem fiz... Fui pleníssima ver meu youtube e graças que ninguém me perturbou. (Tudo isso na terceira. Olha a alegria. haha)



E bem, indo um pouco aos interessantes... Deu para perceber que o post será ridículo de curto. Dois motivos: Falta de tempo e não tem acontecido nada demais mesmo.
E com Novembro chegando, tem um evento que acontece neste mês que me deu a louca e uma vontade de participar. Estou falando do NaNoWriMo - National Novel Write Month - que nada mais é do que uma mês que os autores dedicam para escrever cerca de 50 mil palavras de um novo livro ou de algum outro que estão escrevendo.
Trata-se de uma meta diária e mensal também. Um forma de se inspirar e dar ainda mais vida a uma de suas obras. E a minha escolhida foi O Diário da Escrava Amada, que está meio largada nesses meses por conta do estágio. Coloquei uma meta de pelo menos 500 a 1000 palavras por dia.
Por isso disse para me desejarem sorte, porque também tem o TCC nas costas. haha
Eu não bato bem da cabeça não!
Enfim, fiz até cadastro no site do NaNo, vocês podem ver meu perfil aqui.
Vou atualizando vocês no próximo post sobre isso! Eu vou conseguir. Acredito em mim!

Bem, sem nada mais a contar, ficarei por aqui hoje.
Deixando o último vídeo do Contos Anê, sobre o DEA! Espero que gostem! (E por favor, apenas ouçam o vídeo, ele ficou todo dessincronizado. Thx celular.)
Alias, falta praticamente um mês para o meu aniversário. 1/4 de século... Alguém para o tempo PLMDDS.
Até a próxima!
Beijos 1000!


Postagem atrasa, Aniversário da METJ, Festa de Dia das Crianças e Enterprise

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Oie, gente!
Primeiro quero pedir um milhão de desculpas pelo atraso desta postagem. A vida anda uma loucura (e também aconteceu de estar com o post pronto e simplesmente perder tudo. Valeu, Blogger!). Gostaria que os dias passassem a ter 36h ou até 48h, porque eu me enrolei e tô atolada de coisas para fazer. Estou ficando desesperada!
As coisas do estágio têm me deixado um pouco ocupada demais, sem contar que acabei por mais um período de provas e não consegui estudar direito para nenhuma das duas. E minhas duas provas foram em quartas-feiras, com diferença de uma semana para a outra, numa fui de manhã para Itaguaí cobrir evento e voltei muito cansada e ainda fiquei direto, fiz minha prova quase dormindo. Por sorte consegui ficar com seis na nota.
A outra foi semana passada e eu me enrolei em meio a tanta coisa para editar e não consegui estudar. Quando podia, em casa, eu já tava capotando de sono. Enfim, acabei indo fazer a prova sem ter estudado muito. E sinceramente, não gosto disso.
Enfim, vou me programar melhor para estudar para as próximas provas.
Tirando os eventos que contarei aqui, a vida tem se resumido ao estágio, faculdade, namorado, desespero e falta de tempo. Vamos rir para não chorar né?
Indo aos eventos agora...
No último dia 1 de Outubro teve o aniversário da METJ (Mocidade Espírita Teresa de Jesus). Num domingo, que é o único dia da semana que estou podendo me dar ao luxo de dormir até um pouco mais tarde. Porém, valeu a pena levantar da cama cedo, poder interagir com algumas pessoas, estudar um pouco. Foi um evento maravilhoso! Não tenho participado mais tanto da Mocidade assim, então foi bom. Sem contar que teve o bolo maravilhoso que a minha mãe fez. Uma pena que só deu para comer um pedaço, já que ele nem durou tanto assim.

Alias, ainda ganhei um livro no sorteio. Olha que sorte! haha Fotos Abaixo!



Indo para o último final de semana agora. Teve, no sábado, a Festa de Dia das Crianças, que estava com um medo tremendo de não conseguir ir porque neste mesmo dia houve evento na faculdade. Acabou que eu mentalizei tanto que se fosse possível ir nos dias, seria saindo às 11h. E foi o que aconteceu! Fiquei cansada, fiquei, mas fiz o que eu queria.
A festa das crianças foi bem legal. Teve quitutes para eles comerem e várias atividades artísticas para fazer. Eles ficaram livres e acho ótimo isso.
E preciso confessar uma coisa: adoro ver crianças brincando e fazendo coisas sem estar olhando alguma tela. Tão bom vê-las sendo crianças. Correndo, caindo, gritando. Nada contra crianças usarem mais a tecnologia, mas ficar só nela, ai realmente tem algo muito errado. Não julgando a educação dos pais, mas é sempre algo a se pensar.

Seguem as fotos das crianças... =D


E bem, o evento da faculdade que foi logo na sequência. “Sequência” né? Porque foi na sexta e no sábado. O Enterprise, evento de cultura geek da faculdade. Este ano foi a segunda edição. Bem, eu praticamente me ofereci para cobrir este evento, porque sabia que era a minha cara, que eu estaria em casa praticamente. E bem, foi a melhor que coisa que podia ter feito.
Entrevistei gente no evento, incluindo um menino que é filho de uma garota que estudou comigo no ginásio. Fui assistir campeonato de lol, e torci mesmo. Acho que foi o evento que mais gostei de estar até agora. Porque faz parte do meu universo do que eu gosto. E obviamente, não podia deixar de comprar alguma coisa. Dessa vez foram acessórios. E admito que me segurei e muito para não levar mangá. Eu babei o Saint Shô!
Sem contar que, uma coisa chata que aconteceu durante o evento, especificamente no sábado. Mais uma mulher vítima de mansplaning. Mansplaning é quando um cara acaba explicando algo que é óbvio para você, como se você burra. Resumo da ópera: Após a semifinal em que a equipe da Castelo ganhou, fui entrevistar o jogador destaque e o capitão do time. Só que a pessoa que estava lá a frente e que me indicou as pessoas, pensou, sei lá por que cargas da água, que eu não sabia a diferente entre capitão e o técnico do time. E claro, omi tem que explicar. Foi e falou: Este o capitão do time, não o técnico, é diferente. Só faltou afagar a minha cabeça falando isso. Gente, eu tava com um colar da fucking Janna no pescoço e o cara me vem com essa? PELAMOR! Enfim, deixei para lá e fui sambar na entrevista! E sambei!
No sábado foi a final e foi bem legal ver a equipe da minha faculdade ser campeã. O time tem potencial de ir para frente. Vou continuar torcendo.

Seguem as fotos!



Vou terminar a postagem de hoje por aqui. No próximo lhes conto como andam os escritos e até que estão um pouco parados por conta de TCC e provas.
Até lá!

Beijos 1000!

TCC, Seiyuu World acusado de plágio, Bienal do Rio 2017

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Oie, povo! Como vão?
Parece que tem um tempão que eu não passo por aqui, mas tem pouco mais que 15 dias só, que é o intervalo natural entre uma postagem e outra.
É que aconteceu tanta coisas nessas últimas semanas, que ficou tudo uma loucura. Coisa de blog, de Bienal. Mas, calma que eu vou contar tudo, por partes, cronologicamente, da forma que eu gosto de fazer.
Começando pela parte mais rotineira da vida: Estágio, faculdade, namorado, família, etc.
Bem, sendo sincera, rotina se chama rotina porque não tem nada de muito interessante nela. haha
Só continuo atolada de matérias para fazer no estágio, desde escrever, gravar, até editar.
O que tem me deixado apreensiva é o TCC. O professor me deu umas três semanas para escrever e acredita que eu só fiz umas 10 páginas? Parece que tô escrevendo outro livro até.
E eu fiz da parte da enquete, então deu mais trabalho ainda decupar e apurar todos os dados. Ainda mais que tiveram pessoas GENIUS onde eu perguntei o nome do fandom e vai e me coloca nome de shipp. Como lidar? A sorte que eu tava era contando manualmente essa parte.
E como o contador do google é bugado. Ele colocava a mesma resposta separada em alguns momentos.
E para fazer os outros capítulos precisarei ler algumas coisas. Verei se consigo fazer isto essa semana.
Alias, o professor já me mandou cortar o capítulo todo praticamente. Terei que refazer tudo. #chora
Indo aos causos das últimas semanas, porque disso tem para contar e muito. haha
Primeiro algo que aconteceu no final do mês de Agosto, e que foi bem, mas bem chato.
Para quem não sabe, eu administro um blog voltado para seiyuus (dubladores japoneses), chamado Seiyuu World Brasil.
No mês de Abril, fiz um processo seletivo para conseguir novos membros para o site, porque tinha anos que eu estava atualizando o site sozinha e em virtude de ter blog, canal, livros, faculdade, etc, tava ficando difícil para mim. Escolhi dois novos membros em Maio e tava tudo bem. O Blog tava sendo atualizado com mais frequência e eu estava até bem feliz com isso. Só que teve uma coisa que eu não prestei atenção: Um dos membros tava copiando tudo, mas tudo de outro site também voltado aos seiyuus. Eu não sou babá de ninguém, então não fiquei monitorando o que ela postava.
Até que aconteceu, claro que o outro site descobriu o plágio. Não adianta esconder que ele aparece, a gente querendo ou não. Alias, é até bom que apareça mesmo!
Enfim, o site que foi plagiado foi o The Hand That Feeds HQ. (Que inclusive é um site que sempre usei para fazer as postagens do SW, creditando sempre.)
Antes de dormir, estava olhando o facebook e me aparece alguém "me dando uma chamada" e com o link da postagem. Ai fui abrir e ler. Cara, sabe vontade de se esconder? Foi o que eu queria fazer e olha que eu tava sentada no quarto. Eu fiquei muito, mas muito envergonhada. Poxa, é um site que eu dedico 5 anos da minha vida e vem uma pessoa que tá há poucos meses na equipe e me apronta dessas? Eu, estudante de jornalismo, escritora, tudo que mais se fala é sobre plágio. Sei bem o que é e como ele é horrível, especialmente para quem sofre.
O pessoal do outro site também se dedica e é realmente muito chato você ver que seu trabalho está sendo simplesmente copiado e colado, sem te darem créditos. Ou seja, ganham crédito nas suas costas. Isso é roubar o trabalho dos outros!
Podem dizer que eu fui intolerante ou sei lá mais o quê, mas a única solução que eu vi foi expulsar (sim, não retirar) a pessoa da equipe. Não admito algo tão grave. Até porque o Seiyuu World foi exposto publicamente e sendo acusado de plágio, com toda a razão da dona do THTFHQ.
Pedi desculpas na postagem e redigi desculpas públicas para um postagem do Seiyuu World, em inglês e português. Inclusive, Ique me ajudou com isso e também comentando lá na postagem também. Enfim, eles aceitaram as desculpas, mas será só desta vez. Então, tomei o triplo de cuidado quanto a inclusão de novos membros do SW. Ah, e a postagens de desculpas.... Dá para ler aqui.

E nessas últimas semanas também rolou a Bienal do Livro 2017, a 18º edição.
Pela primeira vez, fui como autora. Tirei minha credencial antecipadamente e aproveitei mesmo a vantagem de não precisar pagar a entrada. Tava tão caro que se compra um livro com isso quase.
Estava, ou melhor, ainda estou, cheia de antologias sobrando para vender. Decidi levar a Bienal e vender no boca-a-boca mesmo, andando por ai, como já vi muitos autores fazerem.
Minha psicologa, Juliana, me deu a ideia de fazer um avental, de plástico, transparente na frente para que todos pudessem ver os livros. Amei a ideia e executei na semana da bienal, um pouco em cima da hora, mas ficou pronto na véspera de eu ir.
Então, domingo, dia 3 de Setembro, eu, meu irmão e meu namorado fomos a Bienal.
E como é difícil vender desse jeito. Eu, como uma pessoa tímida, acabava tendo até um pouco de medo de abordar as pessoas. Se eu falei com 100 pessoas foi muito. E bem, um comportamento padrão é que as pessoas não davam lá tanta atenção assim. Elas ouviam e só. (Ainda mais com Ique me pressionando atrás, eu ficava mais travada que não sei o quê. Não funciono sob pressão.)
Acabou que consegui vender três livros. Abaixo do esperado sim, mas pelo menos eu vendi algum.

Aproveitei o domingo também para pegar uns autógrafos e também andar um pouco por lá. Também fiz minhas compras, porque eu também sou leitora nessa vida. As fotos das compras estão lá no final. ahha
Enfim, fui ao lançamento de Contando Estrelas da Luciane Rangel, comprei Guardians também para ela autografar.
E também comprei um livro da Bia Carvalho, o lançamento, Alvorada. Quero muito conhecer o trabalho dessa autora que mal conheço, mas já considero pacas.
Também peguei autógrafo com o Danilo Sarcinelli, mas a foto não tá na minha câmera, então eu não tenho. Eu conheci ele lá na bienal e me interessei pelo livro dele.
Enfim, olha as fotos ai...

Agora, calma, que faz a parte bizarra e mais doida dessa bienal. A noite fui na maior inocência e postei minha foto usando o avental, e que tinha postado mais cedo na página do Contos Anê, caso alguém quisesse me encontrar. Comentei que tinha ido e vendi só três livros, mas que estava feliz. E sinceramente, até agora eu não entendi porque esta simples publicação acabou chamando a atenção de tanta gente e acabou viralizando. Sim, eu me tornei o viral da bienal, a cara da bienal, chamem como quiser.
Recebi diversas mensagens de parabéns (e um monte de convites de amizade) pela atitude. E o quanto de gente não apareceu querendo saber que eu era e queriam falar comigo. E tudo isso foi da noite para o dia, literalmente. Eu postei a foto e até vi algumas das mensagens antes de dormir, achando normal até, só não esperava que tomasse as proporções que tomou.
Alias, dei o mole de deixar o telefone com o wi-fi ligado e tenho a convicção de que meu despertador não tocou por conta de todas as notificações que não paravam de chegar.
No dia seguinte, já no estágio, eu percebi o quanto meu facebook estava explodindo de coisa. Imaginem o tempo que eu levei para responder todo mundo? Não faço ideia de quantas foram.
E outra coisa que eu não sabia era que tinham feito uma campanha para que alguém me desse uma sessão de autógrafos em algum estande. A surpresa foi que eles conseguiram, a Editora Hope me ofereceu o espaço para que pudesse vender e autógrafos meus livros. (As antologias também são meus livros, mas são de vários outros autores também.)
Então, no dia 8 de setembro, retornei a bienal, dessa vez para a sessão de autógrafos. Fiz evento, divulguei nos grupo e coisa e tal. E bem, esse foi um ponto que me deixou chateada, confesso. Porque as pessoas confirmaram presença e não foram. Sei que faz parte, mas ainda assim é uma coisa chata.
Vendi mais três livros no estande da Hope, mesma coisa do outro dia. Podia ter sido mais? Podia. Mas estou super mega ultra power feliz de ter vendido seis livros. São seis pessoas que irão conhecer meu trabalho e de muitos outros autores que estão iniciando suas publicações.
Meu objetivo era mesmo vender estas antologias, já tem muito tempo mesmo que elas estão só pegando poeira, elas merecem ver o mundo, conhecer pessoas, serem lidos, essas coisas. E pelo ponto de ainda ter boa parte delas ainda que estou um pouco incomodada e até chateada, porque não cumpri o objetivo e a meta que estabeleci. Era alta? Talvez! Mas se não se pensa alto para onde se vai né?
Enfim, seguem as fotos da sessão de autógrafos. Agradeço a todos que compraram os livros e também a Danielle, que foi lá só para eu poder autografar. Uma fofa!
(E por favor, não me levem como a chata e que está reclamando. Estou me expressando apenas. Só isso!)



E claro, as fotos das compras. Não vou ficar devendo! Até comprei pouca coisa se comparada a outras bienais. Eu não tive muito como ir passear e comprar. Estava como autora né?
Tenho que ir um dia como leitora e fazer minhas compras da próxima vez.
E tava até ruim de garimpar mangá, que é algo que eu adoro fazer.


Enfim, é somente apenas tudo isso por hoje.
Obrigada de novo a todas as mensagens de parabéns, que eu sou guerreira, que mereço estar onde cheguei. Um passo importante da minha carreira de autora e agradeço a todos que se interessaram em conhecer sobre mim e meu trabalho. Tentarei fazer jus as expectativas.
Ah, e também tem vídeo do Contos Anê sobre a Bienal.
Até a próxima!
Beijos 1000!

Estágio, Cobertura de Eventos, Aulas e quebra do jejum de DEA

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Oie, pessoal! Como vão? Espero que bem!
Apesar do longo intervalo entre uma postagem e outra, nem aconteceu tanta coisa assim.
Estou na mesma por lá no estágio. Ou melhor, quase surtando em alguns dias, porque teve uma quinta-feira dessa, a retrasada para ser mais específica, que eu não sabia o que fazer. Tava precisando editar três matérias e bem, tem algumas horas que realmente faltam computadores para tal.
E bem, eu fiquei levemente estressada com isso, porque é horrível a gente querer fazer as coisas e não conseguir. Mas, calma, não descarreguei minha raiva em ninguém, reclamei em voz alta mesmo, mais como um desabafo para ver se saia um pouco.
E continuo gravando bastante coisa também. Hoje também tava a louca da edição. Editei dois vídeos hoje.
E bem, no último sábado acabei trabalhando também. Teve vestibular social lá em Del Castilho, ou seja, 40 minutos de carro para chegar, sorte que meu pai me levou. E depois, fui a Bangu para cobrirmos um evento de inauguração de um centro cultural em Bangu: Complexo Cultural Bangu.
O vestibular foi normal, até me lembrou um pouco de como foi trabalhar na eleição. A gente vira NPC na vida. hahah Só fala a mesma frase por horas!
Já o evento foi bem legal. Eu curti bastante, teve dança, música. E a parte que mais gostei, de verdade, foi a da Orquestra. Gente, como não gostar de uma orquestra que canta Pegasus Fantasy e depois Dan Dan Kokoro Hikareteku? BTW, essa segunda cantei junto mesmo, em nihongo e em pt-br.
Fiz algumas entrevistas por lá, para a matéria, e adorei conhecer este projeto.
Tem algumas fotos! =D


Mas, onde eu queria mesmo estar no sábado? Lá no Guias Celestes.
Foi a comemoração de 90 anos da casa e eu nem pude participar. Fiquei chateada! Eu ia até apresentar coisa com as crianças e nem pude aparecer.
Claro que todo mundo entendeu a convocação repentina do estágio, mas eu fiquei profundamente chateada de não ter ido. De verdade! Cheguei até a chorar, admito.
E quanto as aulas?
Bem, fui liberada da aula de TCC pelo menos até depois da Bienal. O professor leu meu trabalho e gostou do que escrevi. Deu-me algumas recomendações, que envolvem a leitura de mais um livro e bem, eu preciso decupar a enquete que fiz, alias, as duas, porque fiz uma de autores e outra de leitores. Em alguns dos tópicos, o próprio google já me deu a porcentagem das respostas. Mas, a dos fandoms precisarei fazer tudo manualmente. As aula de estatística agora se fazem úteis. haha
Quanto as outras matérias, bem, tô mais faltando do que indo, especialmente na quarta-feira. Porque um dia tava voltando do centro, no outro não teve aula da primeira disciplina e eu fiquei com preguiça de ir quando estava em casa.
Na de sexta tenho ido, mesmo que o professor não esteja dando nada.
Indo ao mais interessantes agora...
Finalmente quebrei o jejum do DEA. Estava desde Junho sem escrever. Eu tinha me dado umas férias + bloqueio. haha
Enfim, estamos em vias de começar o capítulo 37, chegando em mais uma parte importante e mais perto ainda da reta final. Tô louca para terminar este livro, de verdade. O amo tanto que acho que vou até ficar muito triste, porém me sentirei realizada.
(Perdoa a sombra do telefone.)

E por falar em livros, escritora... Pois é, tá chegando a Bienal. E sim, senhora, eu vou sim.
Tirei minha credencial de autora e irei de grátis este ano. A princípio só iria no dia 3 de Setembro. Só que dia 8 de setembro, que vai ser minha folga, irei também.
Levarei as antologias que estão sobrando por aqui, ou melhor, faltando vender e claro vou distribuir alguns autógrafos por lá também.
Irei como leitora também, fazer minhas compras de leitora compulsiva. (E tem coisa da bienal passada que tá intocada. haha É a vida! Ainda mais com TCC dando olá na minha vida.)
Vou divulgar nos grupos - do Contos Anê - esta imagem abaixo, repetindo para o dia 8 também. Desejem-me sorte para conseguir vender estes livros.

E bem, sem muito mais o que falar por hoje, ficarei por aqui.
Aproveitando para divulgar meu último vídeo, que foi uma tag sobre mangás que eu amei gravar.
Até a próxima!
Beijos 1000!

Agitação no Estágio, Volta às aulas, 6º Conjer

domingo, 13 de agosto de 2017

Oie, galere! Tudo daijobu? Espero que sim!
Voltei um pouco mais cedo desta vez porque até que enfim estou acostumada a nova rotina de acordar cedo para ir ao estágio e com a volta das aulas, ficar direto para elas também.
A estreia do Repórter UCB foi esta semana. Estava fazendo matérias para ele nestas últimas semanas. A correria começou na semana passada por conta da estreia.
Consertar matéria e fazer outras coisas, como aquelas pautas maravilhosas que jogam no nosso colo sem nem explicar direito e meio que "Se vira ai"! Fora isso, é de boas.
E bem, tive que regravar algumas coisas nesses tempos, porque alguns dos cartões de memória deram problema e a gente perdeu praticamente tudo o que gravou.
Ainda bem que consegui refazer minhas gravações sem problemas e finalmente poderei editar tudo bonitinho.
E bem, fiquem com a primeira edição, que foi ao ar em 10 de Agosto. Minha primeira reportagem, sobre a Esporotricose, está ai. Que orgulho! (E me perdoem, se eu falei rápido. haha)


E finalmente minhas aulas voltaram e, por conta disso, acabo ficando o dia inteiro na faculdade.
Ainda consegui pegar mais uma matéria que estava faltando, porque pela graça das divindades ela abriu. Menos uma! O resto terei que fazer por módulo, não quero mais um período na conta não. Já tô fazendo um a mais, dois é sacanagem.
Então, estou com aulas nas terças, quartas e sextas. Pelo menos dois dias para fazer TCC e que eu chego mais cedo em casa, porque olha... Dia de aula tô voltando é quase morta. haha Tenho que acostumar ainda!
E bem, na terça, nunca sai correndo tanto da faculdade, porque tinha compromisso no centro, a evangelização de terça, e tava na bendita aula de TCC, que é só sofrimento. Sempre aquela mesma história de que o professor demora a atender. O pessoal mostrando seus temas e eu ficando de olho na hora, e vi que tava em cima (19:50), só levantei, entreguei o que tinha do meu TCC até então ao professor, pedi desculpas e sai. O pessoal da sala não deve ter entendido nada! haha
Fui igual um cometa até o centro e cheguei lá a tempo. Tudo isso porque tínhamos a atividade que vamos apresentar no aniversário do centro, que é esse mês também.
E no domingo, dia 6 de Agosto, foi a 6º CONJER. Que tem todos os anos desde 2011. É o evento de confraternização das mocidades espíritas de Realengo.
Dessa vez fui como trabalhadora e sinceramente, foi a melhor coisa. Ser confraternista você acaba ficando preso em algumas coisas. haha Ainda bem que passei da idade.
Admito que no início eu nem queria ir, eu já tava de saco cheio do evento.
Enfim, fiquei com o grupo de 11 a 13 anos e foi bem divertido. Participei da peça no final, como uma Borboleta. A make ficou diva! =D
Não tirei tantas fotos, mas estão algumas ai!


E quanto aos escritos?
Como as férias acabaram de acabar, ainda não voltei para a rotina. Porém, isso não significa que eu esteja sem escrever nada. Fora as pautas das reportagens, também temos as postagens dos blogs. Eu tiro umas férias só dos livros mesmo, de escrever não tem como. Haha
E por falar em escritos, aconteceu algo meio chato no grupo do Facebook do Contos Anê. Meio óbvio que o foco do grupo é meus livros e também meus leitores. É o fã-clube para interagir com eles.
E bem, alguns autores sem noção do ridículo, resolveram que o meu grupo era um ótimo lugar para divulgarem seus livros. Vocês não imaginam o quão puta eu fiquei.
Poxa, este grupo é meu santuário, onde eu não preciso disputar espaço com outros autores como acontece com outros grupos de leitura. Apaguei as publicações, claro! Porque é ridículo isso!
Até porque as publicações foram "jogadas"no grupo. Não perguntaram a mim se podia, se tinha algum problema. Juro que se tivessem vindo me perguntar, eu permitiria. Acho super válido a pessoa vir perguntar e só por este detalhe ia deixar, de coração. Isto é ser atencioso e educado!
Então, fui obrigada a tomar "medianas drásticas": Colocar regras no grupo. Escrevi em caixa alta: NÃO DIVULGUE NADA SEU AQUI. (Bem passiva agressiva mesmo. NÃO SOU OBRIGADA!)
Deixando a foto das novas regras e mensagem de boas vindas fixadas no grupo. E caso queiram participar... Cliquem neste link! (E por favor, respondam a pergunta da página dizendo "Vi lá no GZ!")

E saiu vídeo novo no meu canal pessoal, que foi também para o Ane-chan's Shizen?: Top 5 de Músicas Tema do Animelo Summer Live. =D
Foi um vídeo rápido de gravar, complicado para editar, por conta das partes com as músicas, mas amei o resultado.
Sem mais nada para contar, ficarei por aqui hoje. Até a próxima!
Beijos 1000!